string(9) "255,44,26"

Este site utiliza cookies próprias e de terceiros com a finalidade de analisar o comportamento dos participantes do mesmo. O acesso e o uso deste site implicam a aceitação do uso das cookies que se especificam na Política de Cookies.

Exame-surpresa de história!

Não, pá, não! Estamos na brincadeira. Só queremos que nos conheças melhor e que te divirtas com os relatos dos acontecimentos mais curiosos que vivemos ao longo destes anos.

Ver mais!

1958

Golo não, golaço.

Não estamos a falar de nenhum jogo, nem sequer de desporto, mas do primeiro rebuçado com pau da história, o nosso. Chamou-se Gol® e vinha com estes sabores: morango, limão, laranja, cola e menta.

A ideia revolucionária surgiu de Enric Bernat, fundador da Chupa Chups®, ao imaginar como seria comer um rebuçado com um garfo. É incrível, não é? E batizou-o assim porque dizia que o rebuçado parecia uma bola de futebol a entrar na baliza, ou seja, na boca de uma criança. Que imaginação!

Ver mais

1960

À procura do nome perdido

O invento foi um golpe de sorte mas o Gol®, enquanto nome, veio e foi num piscar de olhos, dando lugar a CHUPS®.

Tinha de se encontrar um nome que agradasse mais e, quem melhor do que uma agência de publicidade para aceitar este desafio? Deram-lhe muitas voltas, muitíssimas, mas acabaram por encontrá-lo. E vocês aceitaram-no rapidamente. JÁ O TEMOS!

Ver mais

1963

Chupa chupa chupa um CHUPS®

A força de um bom jingle é inegável e graças a ele voltámos a mudar de nome. A partir de agora seremos Chupa Chups®.

Toda a gente a cantava, agradava a todos, e Enric Bernat decidiu ouvir o público e rebatizar, uma vez mais, o seu rebuçado com pau. Estejam descansados, já não há mais alterações.

Ver mais

1965

Ficámos mais doces que nunca

Como o que melhor fazemos é inovar, decidimos criar novos sabores: Nata Morango e Chocolate Baunilha. Para tal, tivemos de desenvolver uma nova tecnologia que permitisse acrescentar leite durante o processo de fabrico.

E a inovação que não pare! As nossas cozinhas começaram a fazer Chupa Chups® em serpentina e isso de fazer os rebuçados de um em um entrou no esquecimento. Passámos para 800 por dia!

Ver mais

1968

E chegaram os prémios

Foi emocionante! Ganhámos o prémio do melhor anúncio do ano no Festival Internacional de Publicidade Cannes Lions.

E não estamos a falar de qualquer prémio nem de qualquer festival, mas do melhor e mais prestigiado festival de criatividade publicitária. Em 1968, excedemo-nos.

Ver mais

1969

Surrealiiiiiiismo

Estávamos a crescer, muito, e vimos que era necessário uma mudança de logótipo. Com quem é que falámos? Com o Salvador Dalí, Salvi para os amigos.

Como era de esperar, o peculiar artista surrealista afastou-se do convencional e desenhou o logótipo da margarita num guardanapo de papel. Sim, sim, é como estás a ler. E num abrir e fechar de olhos, criou um dos logótipos mais emblemáticos de todos os tempos. Por alguma coisa o consideramos um génio.

Ver mais

1977

Um rebuçado, dois pauzinhos.

Um Chupa Chups com dois paus? ERRO. Estamos a falar da apresentação da Chupa Chups® no Japão.


Os nossos colegas japoneses ainda não conheciam um dos inventos mais doces da história e isso tinha de mudar. Portanto, decidimos lançar-nos na aventura asiática e eles receberam-nos de braços abertos. Arigatou.

Ver mais

1986

Viemos brincar

Nasce o Windball®, o primeiro brinquedo da
Chupa Chups®, para o saboreares enquanto
te divertes.

Em 1986 começámos a brincar e não parámos desde então. Mas não adiantemos os acontecimentos, cada coisa no seu devido tempo.

Ver mais

1988

Sem açúcar, por favor.

E de repente, Chupa Chups® sem açúcar. Agora é que somos mesmo um rebuçado para todos os gostos.

No entanto, não os pudemos vender em Espanha nessa altura porque a lei não permitia a venda de rebuçados sem açúcar. Estás a flipar? Nós também o fizemos.

Ver mais

1988

De rei para rei

Michael Jackson dava um concerto em Barcelona e o rei do pop só podia ser patrocinado pelo rei dos rebuçados.

Foi incrível. Os gritos dos fãs do cantor ouviram-se por toda a cidade e nós emudecemos perante tal espetáculo. Grande noite, grande Jackson. Recordá-lo-emos sempre.

Ver mais

1990

Passo seguinte: Dominar o mundo

Crescíamos sem parar e em 1990 já estávamos presentes em 164 países.

Um grande poder implica uma grande responsabilidade, ou pelo menos é o que dizem, e quisemos estar à altura com trabalho duro para não defraudar ninguém. Esperamos tê-lo conseguido.

Ver mais

1994

XXXXXL

Enorme, colossal ou impressionante foram as palavras que se ouviram quando fabricámos o primeiro
Mega Chups®

Foi feito à mão e foi uma prenda para o ex-futebolista do FC Barcelona, Hristo Stoichkov. 735 g de puro rebuçado que demorou mais de 8 horas a arrefecer. E isso não é tudo, teve tanto sucesso que decidimos começar a produzi-lo como um novo produto. Mas de plástico, ãh!

Ver mais

1995

Até ao infinito e mais para além.

Podemos dizê-lo bem orgulhosos: A Chupa Chups® é a primeira e única marca de rebuçados a chegar ao espaço e a dar a volta à Terra.

Os astronautas russos da estação MIR tinham saudades de casa e dos familiares mas não os podiam levar com eles. No entanto, também tinham saudades de algo saboroso, saudável e fácil de comer. Era evidente, não era? Montes de Chupa Chups® para o espaço exterior.

Ver mais

2000

A chamada da natureza

Apresentamos-vos a esponja Stylocordia Borealis, também conhecida como-o Chupa Chups®.

Garantimos que não se trata de uma brincadeira. Uma expedição científica à Antártida descobriu uma nova espécie de esponja e decidiram alcunhá-la com a primeira coisa que lhes veio à cabeça. Já devem estar a imaginar o que foi.

Ver mais

2006

Benvenuto Chupa Chups

Não mudámos outra vez de nome, não entrem em pânico, só começámos a fazer parte de uma família mais numerosa, o grupo italiano Perfetti-Van Melle.

E como é que celebrámos o facto? Conseguindo o recorde mundial de produção fabricando num único
dia 3 015 585 Chupa Chups®!

Ver mais

2008

50

Este é o número de velas que tínhamos de soprar em 2008. 50 anos! Como o tempo passa…

E estamos dispostos a continuar fazer muitos, muitos mais. Festejamo-los juntos?

Ver mais

2010

Chuck, o boneco menos sério.

É de pano, não fala e leva a vida na brincadeira.

O Chuck foi o protagonista da nossa campanha de publicidade menos séria, aquela que propunha ver a vida de uma forma divertida, cheia de risadas e de bom humor.

Ver mais

2015

Experiências muito loucas

E chegou o Crazy Lab®, o nosso laboratório marado de onde saem experiências incríveis.

Abrimos as suas portas com a apresentação do Fun Pen®, uma esferográfica de rebuçado líquido para pintar
Chupa Chups®.

Ver mais

2015

CHUPSSS

Esta publicidade foi muito baril!

A nossa última campanha está repleta de sabor, rimas divertidas e muitíssimo ritmo.

Ver mais